Home » Advertising » Potencia não é nada sem controle
Potencia não é nada sem controle

Potencia não é nada sem controle

Quando falamos do mercado digital temos duas buzzwords que aparecem em quase todas as reuniões, palestras, textos e papo de bar: Automação e Mídia Programática.

Concordo que essas palavras são empolgantes e promissoras, e já começaram a trazer uma nova perspectiva para o mundo digital. Porém, se engana aquele que acha que tudo será resolvido por essas duas palavras.

Da mesma forma que toda tecnologia ofertada atualmente como as Demand Side Platforms(DSP), Supply Side Platforms(SSP) e Data Management Platforms(DMP) vieram para aumentar as taxas de vendasmaximizar lucros e reduzir o custo de venda, toda essa nova cadeia aumentou a complexidade da indústria e a necessidade de profissionais capacitados para entender as técnicas e mecanismos utilizados.

E é nesse ponto que gostaria de compartilhar um pensamento para a continuação do texto: “Sem serviços, até a melhor tecnologia pode ser inútil.”

Em muitas empresas a visão de serviços e suporte é secundária. Um equívoco relativamente comum que vem como efeito colateral do entusiasmo com as possibilidades de resultados oferecidos pela nova tecnologia.

O problema é que ninguém pode afirmar que essas novas plataformas podem automaticamente gerenciar tudo de A a Z.

 

Reinvenção dos serviços

O trabalho de otimização de performance de uma campanha online não é nenhuma novidade, pelo contrário, ele acompanha desde o início o trabalho de planejamento e tráfego de mídia.

A grande diferença está no escopo desse trabalho. Até pouco tempo atrás a maior demanda estava na etapa inicial da análise. Para coletar, compilar, organizar e finalmente analisar os dados. Mais da metade do tempo era gasto nas primeiras etapas. Hoje, com todas as ofertas tecnológicas as informações aparecem de forma mais organizada para nós.

Mais tempo para análise das informações, novas opções de dados, mais possibilidades de segmentação e novas estratégias. Resumindo, menos trabalho braçal e mais decisões a serem tomadas.

Nenhum cliente tem a mesma necessidade e a camada de serviços que suporta toda tecnologia é a chave para definição da estratégia correta. É baseado nos serviços que não podem ser automatizados que você pode encontrar o caminho das pedras e maximizar a utilização dessas plataformas.

Essa necessidade é antiga. Quem nunca se deparou com um Web Analytics mal configurado? Um Ad Server de primeira linha que não tem nem 20% das possibilidades disponíveis exploradas? Um CRM que funciona apenas como simples banco de dados para os brindes de final de ano? Sell Side ou Buy Side, tanto faz, os problemas acabam sendo muito parecidos.

Uma analogia simples para se entender a importância da camada de serviços:

Imagine que você tenha o carro esporte mais potente do mercado, mas não seja exatamente o melhor motorista que você conhece. O que pode acontecer? Pois é…

 

Não tema a Matrix

Como último comentário do texto, acho importante desmistificar que assim como a tecnologia não pode ser considerada a solução de tudo da mesma forma ela não é a vilã da história. Para aqueles que temem perder espaço no mercado para as “máquinas”, o foco deve ser na evolução dos conhecimentos para trabalhar onde a capacidade analítica, a percepção e a criatividade humana não podem ser substituídas.

Um exemplo próximo a nós que podemos ressaltar é o mercado de Search Marketing, onde as soluções de tecnologia já são uma realidade mais madura dessa indústria. E mesmo assim a demanda por novos talentos nessa área continua sendo crescente.

 

Resumindo, a tecnologia vem para acelerar a evolução do mercado de mídia digital e criar novas opções. Todos os players dessa cadeia precisam enxergar os benefícios assim como o ônus de uma escolha incorreta. Novas soluções possibilitam novas oportunidades e obviamente exigem novos skills e novos comportamentos dos profissionais desse mercado.

About Bruno Borges

Formado em Comunicação Social com ênfase em Marketing pela ESPM e MBA em Gestão Empresarial e Inovação Tecnologica. Atua no mercado online desde 2003. Com passagem por empresas como Predicta e Terra, atualmente é Gerente de Marketing Digital do Groupon. Co-fundador dos sites www.vozdoestadio.com.br e www.digitalking.com.br.