Home » Advertising » O Super Bowl e a usabilidade móvel
O Super Bowl e a usabilidade móvel

O Super Bowl e a usabilidade móvel

wilson_manningO Super Bowl XLVIII entre Denver Broncos e Seattle Seahawks, capitaneados por Peyton Manning e Russell Wilson foi maximizado não só pela vitória arrasadora dos Seahawks, mas pelos dispositivos móveis. Em 2013, o Super Bowl rendeu 47.7 milhões de updates no Facebook, Twitter e outras mídias. Neste último domingo, o que se viu foi uma enxurrada de posts, que ratificaram a presença maciça daqueles que acompanham e dos que pouco sabem sobre o esporte.

Mas quem pagou $4 milhões pela inserção durante o Super Bowl 2014, tem que lidar com uma realidade: uma última pesquisa realizada pela empresa Mobile Pulse, que analisa o impacto do engajamento mobile durante grandes eventos, revela que 91% das pessoas utilizaram seus dispositivos móveis durante os comerciais do Super Bowl, e a maioria não estava ativamente respondendo aos anúncios – muito do engajamento foi relatando a algum tipo de comentário cômico relacionado aos spots.

Segundo dados da Nielsen, mais da metade dos usuários de smartphones e tablets usam os seus dispositivos enquanto assistem televisão. O Second Screen, conceito trazido dos Estados Unidos, vem junto ao desafio das marcas para fazer o cross-platform-engagement. A estratégia passa por estar preparado para receber usuários móveis, tornar o seu conteúdo social e principalmente criar meios para rentabilizar o produto.

tabletsxsmartphones

O report é bastante claro quanto a usabilidade dos usuários de tablets e smartphones enquanto assistem TV. Essa é uma realidade dura para o mercado offline. O mercado começa a clamar por estratégias onipresentes para as grandes marcas. A começar por, no mínimo, estar preparado para receber o seu consumidor digitalmente falando. E bem. Um fumble na estratégia comercial pode custar muito mais caro do que os 4 milhões de dólares investidos.

fumble no futebol americano ocorre quando um jogador, que tem a posse e controle da bola deixa ela cair; e abre-se a disputa para qual equipe ficará com o controle.

About Emerson Favaro

Formado pela PUC-SP em Comunicação em Multimeios e MBA em Marketing Digital pela ESPM-SP. Com alguns anos de experiência no mercado online, hoje é Gerente de Aquisição Mobile na Buongiorno. Já passou por agências e consultorias digitais como Jotacom e Predicta.